quarta-feira, 31 de agosto de 2016

BATALHAS...


 
Nas batalhas que travamos…Em mil pedaços ficamos…
 
Quem ainda és para mim?
 
 Quem ainda eu sou para ti ?  
 
Dispo este meu cansaço.
 
Uma lágrima nasce  nos meus olhos ..desce pelo meu rosto... prendo -a  na minha mão...
 
Aperto  a minha mão e desfaço todas as palavras , que fizeram brotar a minha lágrima...
 
Com a certeza , que as batalhas travadas estão esquecidas e vencidas !!!

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

BOSQUE...


Corro pelo bosque . sem tocar com os pés no chão ….hum este vento que toca no meu rosto  , faz-me lembrar o que quero esquecer , este vento  que leva também  os meus sonhos pelo ar …
 Reparo toda a cintilação que atravessa as árvores , sinto um aperto no coração , sinto mais que uma emoção, sinto a vida em contramão  é  o ouvir do meu coração …
É o voar sem e asas  e sem asas eu vou , pelo bosque correr…